Mindfulness para adolescentes

Quer ajudar seu filho a estar mais presente, reduzir o estresse e relaxar mais? A atenção plena ou mindfulness pode ser a resposta.

 

O que é atenção plena para os adolescentes?

Menina fora pela piscina relaxante desfrutando da atenção plena para adolescentes

Mindfuless é a prática de estar atento e presente.

Em nossas vidas, focamos muito nas distrações. Somos distraídos pela televisão, nossos telefones e computadores, as notícias, o trabalho e a escola e as muitas outras responsabilidades que assumimos. Quando finalmente temos um momento para respirar, geralmente estamos tão cansados ​​que simplesmente caímos no sono.

Essa constante mudança de vida não deixa de ter consequências negativas. Tantas distrações podem nos fazer perder o controle da realidade. Antes que percebamos, os anos se passaram e ainda podemos sentir como se estivéssemos correndo em uma esteira, sempre nos movendo, mas não chegando a lugar nenhum.

Na verdade, "chegar a algum lugar" não é o ponto. O que importa é curtir e abraçar a jornada. É disso que se trata a atenção plena.

Os adolescentes estão muito ocupados, mas com a prática da atenção plena, os adolescentes podem aprender a parar, respirar e estar atentos ao momento presente. Pesquisas recentes da Bangor University confirmam isso1, dizendo:

“A prática da atenção plena pode ter um impacto no desenvolvimento das estruturas cerebrais pré-frontais e melhorar as habilidades de controle da atenção e regulação das emoções em adolescentes, o que por sua vez afetará suas habilidades de autorregulação e enfrentamento”.

Como a atenção plena pode beneficiar os adolescentes?

Os anos do ensino fundamental e médio podem ser momentos maravilhosos em nossas vidas. Amizades duradouras são construídas. Hobbies tornam-se paixões. E há muito aprendizado e crescimento. No entanto, esses anos não são fáceis de muitas maneiras. Veja como a atenção plena pode ajudar:

1. Melhor sonho.

Mindfulness promove um sono melhor2 porque promove o relaxamento, e precisamos relaxar nossos corpos e mentes para cair em um sono profundo. Também ajuda a dormir, reestruturando o fluxo incessante de pensamentos, preocupações e fatores de estresse que muitas vezes nos atormentam pouco antes de dormir. Com plena consciência, você pode desacelerar seu pensamento e simplesmente se concentrar no momento presente. Essa centralização o ajudará a escapar muito mais facilmente.

2. Uma força tranquilizadora.

O desafio da atenção plena é estar presente em sua experiência como ela é, em vez de imediatamente pular para mudá-la ou tentar forçá-la a ser diferente.

- Jon Kabat-Zinn

As pessoas que praticam a atenção plena ficam visivelmente mais calmas. Na verdade, a calma é um subproduto inerente da atenção plena porque a prática da atenção plena retarda tudo.

Observe seus pensamentos e atenção em um dia normal, quando não estiver praticando a plena consciência. Com toda a probabilidade, seus pensamentos são rápidos, fugazes e nervosos. Mindfulness força seus pensamentos a irem em câmara lenta, relaxando sua frequência cardíaca e acalmando seu fluxo constante de julgamento no processo.

3. Maior concentração.

Mindfulness é seguir sua consciência e perceber cada pensamento, emoção ou sentimento que passa por sua mente. É sobre viver no momento presente e não se perder no passado ou no futuro. Fazer isso repetidamente durante a prática de atenção plena inevitavelmente irá sangrar em sua consciência diária e, portanto, melhora a sua capacidade de concentração.

4. Menos foco externo.

Muitas vezes, quando não praticamos a atenção plena, praticamos a inconsciência. Um estado sem mente é aquele em que nosso foco está em estímulos externos. Estamos constantemente reagindo à vida em vez de entrar em contato com nossa própria consciência interior. A prática da atenção plena pode ajudar os adolescentes, em particular, a parar de desperdiçar tanta energia mental no mundo ao seu redor. Pode ajudar todos nós a nos voltarmos para dentro em busca de conforto e calma.

Dicas para ajudar seu filho adolescente com plena consciência

Lidere pelo exemplo

Mandar os adolescentes fazerem algo costuma ser o "beijo da morte". Em vez disso, mostre, não conte. Lidere pelo exemplo. Pratique a atenção plena em sua vida diária e incorpore meditação de mindfulness também. Acredite que os efeitos atingirão seu filho adolescente.

Praticar juntos

Praticar a atenção plena em família pode beneficiar a todos e também pode ser uma ótima experiência de vínculo. Escolha uma hora do dia para participar de uma atividade de atenção plena ou, se você já estabeleceu uma prática de meditação para sua família, considere incorporar a atenção plena à mistura.

Um lugar apropriado para começar é com nossa mente é com uma simples Sessão de relaxamento mental de 25 min. Ela é feita sob medida para suas necessidades exclusivas e tudo que você precisa é de um espaço e um computador, tablet ou telefone para começar.

 

Lembre-se de que a perfeição não é o objetivo.

Ao ajudar seu filho adolescente com plena consciência, lembre-se de que o objetivo não é ter uma "prática perfeita". Na verdade, não existe uma prática perfeita. Em vez disso, apenas ensine seu filho a encontrar tempo para ficar vigilante sempre que puder: à mesa do jantar, no carro, esperando na fila ou de manhã antes da escola e do trabalho. Até mesmo parar e respirar fundo quando as coisas ficam estressantes é um passo útil na direção certa. Tudo está "moendo para o moinho".

 

Atenção plena para adolescentes:

Perguntas frequentes

 

Como você explica a atenção plena a um adolescente?

Não é fácil explicar a atenção plena para ninguém, muito menos para os adolescentes. Assim, com os adolescentes, você deseja mostrar a eles o que há para eles. Em outras palavras, explique a atenção plena como uma forma de lidar melhor com as emoções difíceis que eles podem estar experimentando. Se eles estão sentindo-se estressados, excessivamente preocupados ou ansiosos, a mindfulness é uma ferramenta que podem usar em qualquer lugar, a qualquer hora, para combater esses sentimentos desafiadores.

Quais são algumas atividades de atenção plena para adolescentes?

Pode ser um pouco mais difícil propor atividades de atenção plena para adolescentes que podem ou não estar interessados. Por esse motivo, pode ser uma boa ideia incorporar a atenção plena às atividades que você já realiza em família. Por exemplo, no jantar, tente incorporar a prática de alimentação consciente. Faça uma caminhada em família cuidadosa. Ou deixe um tempo de silêncio à noite em casa. Limite o uso de telas e tecnologia e torne a hora da lição de casa mais consciente, limitando a música e outras distrações.

Como você fala com um adolescente que não quer falar?

Se às vezes é difícil conversar com seu filho adolescente, lembre-se primeiro de que esta geralmente é apenas uma fase. Em segundo lugar, quando você puder falar com seu filho adolescente (mesmo que seja apenas por alguns minutos), seja um ouvinte. Resista ao impulso de dar conselhos a cada passo. Além disso, siga o fluxo da conversa. Se seu filho adolescente rir ou sorrir, ria e sorria com ele. Se eles pedirem ajuda, dê seu conselho. Do contrário, ser um bom ouvinte pode ser maravilhoso para eles e para o seu relacionamento.

Referências adicionais

  1. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4526594/#__ffn_sectitle
  2. https://www.health.harvard.edu/blog/mindfulness-meditation-helps-fight-insomnia-improves-sleep-201502187726

 

O milagre da atenção plena pode mudar a vida do seu filho

Os adolescentes merecem aproveitar os anos de juventude. Este período deve ser de aprendizado, crescimento, exploração e criatividade. O estresse e a ansiedade devem ser reduzidos ao máximo.

Se você é um adolescente lutando contra o estresse ou ansiedade, ou tem um adolescente nessa situação, o serviço de streaming Unwind Your Mind da Anahana pode ajudar. 

Com esta breve introdução aos exercícios respiratórios, movimentos suaves e técnicas de visualização simples, você se sentirá melhor em apenas 25 minutos. Tudo que você precisa é de um lugar tranquilo para ir por 25 minutos e seu telefone ou computador.